Caminhando com a Palavra: Ano Mariano

19_clip_image001Estamos vivendo um momento de graça na Igreja do Brasil com o Ano Mariano. Em nossa reflexão deste mês, vamos abordar aspectos de Maria que servem de exemplo para nossa vida cristã, Maria modelo de Fé, Esperança e Caridade.

Nas Escrituras vemos em Maria um modelo de vida cristã ou uma intenção do evangelista em querer dizer às comunidades nascentes que em Maria, se antecipa a vocação da Igreja e de cada cristão em viver o projeto de seguir Jesus como discípulo e missionário.

Maria é sempre apresentada como uma presença discreta, preocupada somente com a compreensão e a realização da vontade do Pai, a partir dos acontecimentos na vida de Jesus, segundo nos permite dizer o evangelista: “Maria, contudo, conservava cuidadosamente todos esses acontecimentos em seu coração”. (Lc 2, 19). Assim, como não se pode falar de Jesus, sem falar de sua mãe, Maria de Nazaré; assim, não se pode falar da verdadeira Igreja de Cristo, sem tomar em consideração o amor e a devoção com que, desde o começo, o povo de Deus invoca Nossa Senhora; assim, não podemos deixar falar do papel de Maria Santíssima em nossa vida de Cristãos.

“Eis aqui a Serva do Senhor, faça-se em mim segundo a vossa Palavra”, disse Maria ao anjo, conforme nos conta o evangelista, a grande expressão de fé de Maria que conhecendo o projeto de Deus, projeto do Amor, se coloca inteiramente a disposição, sem reservas. Assume a responsabilidade do serviço, da caridade e se coloca a caminho para realizar em sua vida a vontade do Pai. Este exemplo de fé e caridade é uma grande provocação para nós igreja, sairmos de nossa postura centralizadora e cômoda, ampliar o nosso olhar para um mundo que nos desafia, que nos interpela e que espera de nós cristãos a mesma prática vivida por Maria e pelos discípulos, o serviço, ao modo de Jesus no “lava pés”.

É bom lembrarmos um pouco a vida de Maria. Na simplicidade dos fatos narrados no Evangelho, é revelada a nós a humanidade e, ao mesmo tempo, toda a grandeza de Nossa Senhora: O chamado de Deus e o “Sim” de Maria (Lc 1, 26-38); Maria visita e ajuda sua prima Isabel (Lc 1, 39-56); Maria e o nascimento de Jesus (Lc 2, 1-20), (Mt 1, 18-25), (Mt 2, 13-23); Maria, José e o menino Jesus vão ao Templo (Lc 2, 21-51); Maria e Jesus na festa de Casamento em Cana da Galiléia (Jo 2, 1-12); Maria aos pés da cruz (Jo 19, 25-27); Maria no Cenáculo com a Igreja de seu filho (At 1, 12-14).

Assim, iniciamos 2017 na companhia de Maria mãe, discípula e mestra. Que o exemplo de Maria nos impulsione a viver a Fé a Esperança e a Caridade tendo Jesus como o centro de todo nosso processo de evangelização e norteador de nossas escolhas.

Permaneçamos na Paz!

Colaboração: Marcos Cunico

 

Leia também:

Histórias que ensinam: “Em tudo dia graças a Deus”

Papa Francisco alerta sobre o perigo que comçea com o ressentimento e o ciúme

5 lições que Nossa Senhora nos deixou em Lourdes

A mulher é quem dá harmonia ao mundo, não está aqui para lavar louça

Leia mais

Share