Jovens da Arquidiocese se preparam para JMJ 2019

No início de 2019, nos dias 22 a 27 de janeiro, jovens católicos do mundo inteiro estarão na capital do Panamá, para a 34ª Jornada Mundial da Juventude (JMJ).

É claro que a Arquidiocese não vai ficar de fora deste momento histórico. Alguns jovens daqui vão representar toda a juventude arquidiocesana na América Central.

Um deles é Eduardo Cunha, 40, que é da Paróquia Nossa Senhora de Azambuja, em Brusque, e já participou das jornadas do Rio 2013 e Cracóvia 2016. O representante comercial afirma que a idade não é uma barreira para ir na jornada. “Hoje já não sou tão jovem assim, os 40 estão pesando, mas o espírito ainda é jovem (risos) e o contato frequente que tenho com os mais jovens me impulsiona a buscar experiências para serem partilhadas”.

Eduardo também conta que a JMJ faz com que o jovem veja qual é a dimensão da Igreja no mundo e compreenda, através do contato, que todos estão em unidade. “A JMJ nos faz pensar que não estamos sozinhos, que nossas lutas, anseios, alegrias, desafios são os mesmos que os jovens ao redor do mundo”, afirma.

Diferente do Eduardo, a estudante de arquitetura, Thayná Holanda, 19, vai participar pela primeira vez do encontro. Ela afirma que espera viver novas experiências e se apaixonar ainda mais pela Igreja: “Que meu coração seja renovado e que eu volte com esse amor que tenho por servir e me doar para as coisas do Senhor ainda mais”, explica.

Thayná admite que muitos foram os desafios para preparar a viagem ao Panamá. Mas, graças ao incentivo da família e da comunidade de que ela participa, Igreja São Francisco de Assis e Santa Rita de Cássia, no Kobrasol, em São José, foi possível angariar recursos financeiros para que ela e mais três jovens possam ir para a América Central. “Temos recebido total apoio e carinho de toda a comunidade. Podemos ver nas pessoas a alegria de poder nos ajudar e isso nos motiva ainda mais”, destaca a estudante.

Rezemos por todos os jovens que estarão na JMJ 2019. Que o entusiasmo, a alegria e o amor que a juventude tem por Cristo possa se propagar pelos quatro cantos do Panamá.

Matéria publicada no Jornal da Arquidiocese, edição de dezembro 2018, nº252, página 11.

Share