Nova Liturgia

<<  07/08/2019 (4ª-FEIRA)  >>

4ª-FEIRA DA 18ª SEMANA - TEMPO COMUM

1a Leitura - ANO IMPAR - Nm 13,1-2.25-14,1.26-29

Desprezaram uma terra de delícias
Leitura do Livro dos Números 13,1-2.25-14,1.26-29
Naqueles dias:
1O Senhor falou a Moisés, no deserto de Faran, dizendo:
2'Envia alguns homens para explorar a terra de Canaã,
que vou dar aos filhos de Israel.
Enviarás um homem de cada tribo,
e que todos sejam chefes'.
25Ao fim de quarenta dias,
eles voltaram do reconhecimento do país,
26e apresentaram-se a Moisés, a Aarão
e a toda a comunidade dos filhos de Israel,
em Cades, no deserto de Fará.
E, falando a eles e a toda a comunidade,
mostraram os frutos da terra,
27e fizeram a sua narração, dizendo:
'Entramos no país, ao qual nos enviastes,
que de fato é uma terra onde corre leite e mel,
como se pode reconhecer por estes frutos.
28Porém, os habitantes são fortíssimos,
e as cidades grandes e fortificadas.
Vimos lá descendentes de Enac;
29os amalecitas vivem no deserto do Negueb;
os hititas, jebuseus e amorreus, nas montanhas;
mas os cananeus, na costa marítima e ao longo do Jordão'.
30Entretanto Caleb, para acalmar o povo revoltado,
que se levantava contra Moisés, disse:
'Subamos e conquistemos a terra,
pois somos capazes de fazê-lo'.
31Mas os homens que tinham ido com ele disseram:
'Não podemos enfrentar esse povo,
porque é mais forte do que nós'.
32E, diante dos filhos de Israel,
começaram a difamar a terra que haviam explorado,
dizendo:'A terra que fomos explorar
é uma terra que devora os seus habitantes:
o povo que aí vimos é de estatura extraordinária.
33Lá vimos gigantes, filhos de Enac, da raça dos gigantes;
comparados com eles parecíamos gafanhotos'.
14,1Então, toda a comunidade começou a gritar,
e passou aquela noite chorando.
26O Senhor falou a Moisés e Aarão, e disse:
27'Até quando vai murmurar contra mim
esta comunidade perversa?
Eu ouvi as queixas dos filhos de Israel.
28Dize-lhes, pois:'Por minha vida, diz o Senhor,
juro que vos farei assim como vos ouvi dizer!
29Neste deserto ficarão estendidos os vossos cadáveres.
Todos vós que fostes recenseados,
da idade de vinte anos para cima,
e que murmurastes contra mim,
34Carregareis vossa culpa durante quarenta anos,
que correspondem aos quarenta dias
em que explorastes a terra,
isto é, um ano para cada dia;
e experimentareis a minha vingança'.
35Eu, o Senhor, assim como disse, assim o farei
com toda essa comunidade perversa,
que se insurgiu contra mim:
nesta solidão será consumida e morrerá'.
Palavra do Senhor.

Salmo - ANO IMPAR - Sl 105,6-7a. 13-14. 21-22. 23 (R. 4a)

R. Lembrai-vos de nós, ó Senhor,
segundo o amor para com vosso povo!
Ou: Aleluia, Aleluia, Aleluia
6Pecamos como outrora nossos pais, *
praticamos a maldade e fomos ímpios;
7ano Egito nossos pais não se importaram *
com os vossos admiráveis grandes feitos.
R.

13Mas bem depressa esqueceram suas obras, *
não confiaram nos projetos do Senhor.
14No deserto deram largas à cobiça, *
na solidão eles tentaram o Senhor.
R.

21Esqueceram-se do Deus que os salvara, *
que fizera maravilhas no Egito;
22no país de Cam fez tantas obras admiráveis, *
no Mar Vermelho, tantas coisas assombrosas.
R.

23Até pensava em acabar com sua raça, *
não se tivesse Moisés, o seu eleito,
interposto, intercedendo junto a ele, *
para impedir que sua ira os destruísse.
R.

Evangelho - ANO IMPAR - Mt 15,21-28

Mulher, grande é a tua fé!
+ Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo segundo Mateus 15,21-28
Naquele tempo:
21Jesus foi para a região de Tiro e Sidônia.
22Eis que uma mulher cananéia, vindo daquela região,
pôs-se a gritar:
'Senhor, filho de Davi, tem piedade de mim:
minha filha está cruelmente atormentada por um
demônio!'
23Mas, Jesus não lhe respondeu palavra alguma.
Então seus discípulos aproximaram-se e lhe pediram:
'Manda embora essa mulher,
pois ela vem gritando atrás de nós.'
24Jesus respondeu:'Eu fui enviado somente
às ovelhas perdidas da casa de Israel.'
25Mas, a mulher, aproximando-se,
prostrou-se diante de Jesus, e começou a implorar:
'Senhor, socorre-me!'
26Jesus lhe disse:'Não fica bem tirar o pão dos filhos
para jogá-lo aos cachorrinhos.'
27A mulher insistiu:'É verdade, Senhor;
mas os cachorrinhos também comem
as migalhas que caem da mesa de seus donos!'
28Diante disso, Jesus lhe disse:
'Mulher, grande é a tua fé! Seja feito como tu queres!'
E desde aquele momento sua filha ficou curada.
Palavra da Salvação.

SÃO CAETANO, PRESB. - SANTORAL

1a Leitura - SANTORAL - Sb 3,1-9

Foram aceitos como ofertas de holocausto.
Leitura do Livro da Sabedoria 3,1-9
1A vida dos justos está nas mãos de Deus,
e nenhum tormento os atingirá.
2Aos olhos dos insensatos parecem ter morrido;
sua saída do mundo foi considerada uma desgraça,
3e sua partida do meio de nós, uma destruição;
mas eles estão em paz.
4Aos olhos dos homens parecem ter sido castigados,
mas sua esperança é cheia de imortalidade;
5tendo sofrido leves correções,
serão cumulados de grandes bens,
porque Deus os pôs à prova e os achou dignos de si.
6Provou-os como se prova o ouro no fogo
e aceitou-os como ofertas de holocausto;
7no dia do seu julgamento hão de brilhar,
correndo como centelhas no meio da palha;
8vão julgar as nações e dominar os povos,
e o Senhor reinará sobre eles para sempre.
9Os que nele confiam compreenderão a verdade,
e os que perseveram no amor ficarão junto dele,
porque a graça e a misericórdia são para seus eleitos.
Palavra do Senhor.

1a Leitura - SANTORAL - Eclo 2,7-13 (Leitura Facultativa)

Vós, que temeis o Senhor, confiai nele, esperai e amai-o.
Leitura do Livro do Eclesiástico 2,7-13
7Vós que temeis o Senhor,
contai com a sua misericórdia
e não vos desvieis, para não cair.
8Vós, que temeis o Senhor, confiai nele,
e a recompensa não vos faltará.
9Vós, que temeis o Senhor, esperai coisas boas:
alegria duradoura e misericórdia.
10Vós, que temeis o Senhor, amai-o,
e vossos corações ficarão iluminados.
11Considerai, filhos, as gerações passadas e vede:
Quem confiou no Senhor e ficou desiludido?
12Quem permaneceu nos seus mandamentos
e foi abandonado?
Quem o invocou e foi por ele desprezado?
13Pois o Senhor é compassivo e misericordioso,
perdoa os pecados no tempo da tribulação,
e protege a todos
os que o procuram com sinceridade.
Palavra do Senhor.

Salmo - SANTORAL - Sl 125(126),1-2ab.2cd-3.4-5.6 (R.5)

R. Os que lançam as sementes entre lágrimas,
ceifarão com alegria.
1Quando o Senhor reconduziu nossos cativos, *
parecíamos sonhar;
2aencheu-se de sorriso nossa boca, *
2bnossos lábios, de canções.R.
2cEntre os gentios se dizia: 'Maravilhas *
2dfez com eles o Senhor!'
3Sim, maravilhas fez conosco o Senhor, *
exultemos de alegria!R.
4Mudai a nossa sorte, ó Senhor, *
como torrentes no deserto.
5Os que lançam as sementes entre lágrimas, *
ceifarão com alegria.R.
6Chorando de tristeza sairão, *
espalhando suas sementes;
cantando de alegria voltarão, *
carregando os seus feixes!R.

Evangelho - SANTORAL - Mt 10,28-33

Nóo tenhais medo daqueles que matam o corpo.
+ Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo segundo Mateus 10,28-33
Naquele tempo disse Jesus aos seus apóstolos:
28'Nóo tenhais medo daqueles que matam o corpo,
mas nóo podem matar a alma!
Pelo contrário,
temei aquele que pode destruir
a alma e o corpo no inferno!
29Nóo se vendem dois pardais por algumas moedas?
No entanto, nenhum deles cai no chóo
sem o consentimento do vosso Pai.
30Quanto a vós,
até os cabelos da cabeça estóo todos contados.
3lNóo tenhais medo!
Vós valeis mais do que muitos pardais.
32Portanto, todo aquele
que se declarar a meu favor diante dos homens,
também eu me declararei em favor dele
diante do meu Pai que está nos céus.
33Aquele, porém, que me negar diante dos homens,
também eu o negarei
diante do meu Pai que está nos céus'.
Palavra da Salvação.

Evangelho - SANTORAL - Lc 12,32-34 (Leitura Facultativa)

Foi do agrado do Pai dar a vós o Reino.
+ Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo segundo Lucas 12,32-34
Naquele tempo, disse Jesus aos seus discípulos:
32'Não tenhais medo, pequenino rebanho,
pois foi do agrado do Pai dar a vós o Reino.
33Vendei vossos bens e dai esmola.
Fazei bolsas que não se estraguem,
um tesouro no céu que não se acabe;
ali o ladrão não chega nem a traça corrói.
34Porque onde está o vosso tesouro,
aí estará também o vosso coração'.
Palavra da Salvação.