Nova Liturgia

3ª-FEIRA DA 22ª SEMANA - TEMPO COMUM

Jesus Cristo morreu por nós, para que,
alcancemos a vida junto dele.
Leitura da Primeira Carta de São Paulo aos Tessalonicenses 5, 1-6. 9-11
Quanto ao tempo e à hora, meus irmãos, não há por que vos escrever.
Vós mesmos sabeis perfeitamente que o dia do Senhor virá como ladrão, de noite.
Quando as pessoas disserem: 'Paz e segurança!', então de repente sobrevirá a destruição, como as dores de parto sobre a mulher grávida. E não poderão escapar.
Mas vós, meus irmãos, não estais nas trevas, de modo que esse dia vos surpreenda como um ladrão.
Todos vós sois filhos da luz e filhos do dia. Não somos da noite, nem das trevas.
Portanto, não durmamos, como os outros, mas sejamos vigilantes e sóbrios.
Deus não nos destinou para a ira, mas para alcançarmos a salvação, por meio de nosso Senhor Jesus Cristo.
Ele morreu por nós, para que, quer vigiando nesta vida, quer adormecidos na morte, alcancemos a vida junto dele.
Por isso, exortai-vos e edificai-vos uns aos outros como já costumais fazer.
Palavra do Senhor.
Sei que a bondade do Senhor eu hei de ver, na terra dos viventes.
O Senhor é minha luz e salvação; / de quem eu terei medo? / O Senhor é a proteção da minha vida; / perante quem eu tremerei?
R.
Ao Senhor eu peço apenas uma coisa, / e é só isto que eu desejo: / habitar no santuário do Senhor / por toda a minha vida; / saborear a suavidade do Senhor / e contemplá-lo no seu templo.
R.
Sei que a bondade do Senhor eu hei de ver / na terra dos viventes. Espera no Senhor e tem coragem, / espera no Senhor!
R.
Eu sei quem tu és: tu és o Santo de Deus!
+ Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo segundo São Lucas 4, 31-37
Naquele tempo:
Jesus desceu a Cafarnaum, cidade da Galiléia, e aí ensinava-os aos sábados.
As pessoas ficavam admiradas com o seu ensinamento, porque Jesus falava com autoridade.
Na sinagoga, havia um homem possuído pelo espírito de um demônio impuro, que gritou em alta voz:
'O que queres de nós, Jesus Nazareno? Vieste para nos destruir? Eu sei quem tu és: tu és o Santo de Deus!'
Jesus o ameaçou, dizendo: 'Cala-te, e sai dele!' Então o demônio lançou o homem no chão, saiu dele, e não lhe fez mal nenhum.
O espanto se apossou de todos e eles comentavam entre si: 'Que palavra é essa? Ele manda nos espíritos impuros, com autoridade e poder, e eles saem. '
E a fama de Jesus se espalhava em todos os lugares da redondeza.
Palavra da Salvação.

SÃO GREGÓRIO MAGNO, PAPA E DOUTOR DA IGREJA - SANTORAL

Pregamos a Jesus Cristo, o Senhor. Quanto a nós,
apresentamo-nos como servos vossos por causa de Jesus.
Leitura da Segunda Carta de São Paulo aos Coríntios 4, 1-2. 5-7
Irmãos:
Não desanimamos no exercício deste ministério que recebemos da misericórdia divina.
Rejeitamos todo procedimento dissimulado e indigno, feito de astúcias, e não falsificamos a palavra de Deus. Mas, pelo contrário, manifestamos a verdade e, assim, nos recomendamos a toda consciência humana, diante de Deus.
De fato, não nos pregamos a nós mesmos, pregamos a Jesus Cristo, o Senhor. Quanto a nós, apresentamo-nos como servos vossos, por causa de Jesus.
Com efeito, Deus que disse: 'Do meio das trevas brilhe a luz', é o mesmo que fez brilhar a sua luz em nossos corações, para tornar claro o conhecimento da sua glória na face de Cristo.
Ora, trazemos esse tesouro em vasos de barro, para que todos reconheçam que este poder extraordinário vem de Deus e não de nós.
Palavra do Senhor.
Anunciai entre as nações os grandes feitos do Senhor!
Cantai ao Senhor Deus um canto novo, / cantai ao Senhor Deus, ó terra inteira! Cantai e bendizei seu santo nome!
R.
Dia após dia anunciai sua salvação, manifestai a sua glória entre as nações, / e entre os povos do universo seus prodígios!
R.
Ó família das nações, dai ao Senhor, / ó nações, dai ao Senhor poder e glória, / 8adai-lhe a glória que é devida ao seu nome!
R.
Publicai entre as nações: 'Reina o Senhor! / Ele firmou o universo inabalável, / e os povos ele julga com justiça.
R.
Assim como o meu Pai me confiou o Reino,
eu também vos confio o Reino.
+ Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo segundo Lucas 22, 24-30
Naquele tempo:
Houve uma discussão entre os apóstolos, sobre qual deles deveria ser considerado o maior.
Jesus, porém, lhes disse: 'Os reis das nações dominam sobre elas, e os que têm poder se fazem chamar benfeitores.
Entre vós, não deve ser assim. Pelo contrário, o maior entre vós seja como o mais novo, e o que manda, como quem está servindo.
Afinal, quem é o maior: quem está sentado à mesa, ou quem está servindo? Não é quem está sentado à mesa? Eu, porém, estou no meio de vós como aquele que serve.
Vós ficastes comigo em minhas provações.
Por isso, assim como o meu Pai me confiou o Reino, eu também vos confio o Reino.
Vós havereis de comer e beber à minha mesa no meu Reino, e sentar-vos em tronos para julgar as doze tribos de Israel'.
Palavra da Salvação.