Nova Liturgia

<<  30/09/2019 (2ª-FEIRA)  >>

2ª-FEIRA DA 26ª SEMANA - TEMPO COMUM

1a Leitura - ANO IMPAR - Zc 8,1-8

Eis que eu vou salvar o meu povo da terra do oriente
e da terra do pôr-do-sol.
Leitura da Profecia de Zacarias 8,1-8
1A palavra do Senhor dos exércitos
foi manifestada nos seguintes termos:
2'Isto diz o Senhor dos exércitos:
Tomei-me de forte ciúme por Sião,
consumo-me de zelo ciumento por ela.
3Isto diz o Senhor:
Voltei a Sião e habitarei no meio de Jerusalém;
Jerusalém será chamada Cidade Fiel,
e o monte do Senhor dos exércitos, Monte Santo.
4Isto diz o Senhor dos exércitos:
Velhos e velhas
ainda se sentarão nas praças de Jerusalém,
cada qual com seu bastão na mão,
devido à idade avançada;
5as praças da cidade
se encherão de meninos e meninas
a brincar em suas praças.
6Isto diz o Senhor dos exércitos:
Se tais cenas parecerem difíceis
aos olhos do resto do povo, naqueles dias,
acaso serão também difíceis aos meus olhos?
- diz o Senhor dos exércitos.
7Isto diz o Senhor dos exércitos:
Eis que eu vou salvar o meu povo da terra do oriente
e da terra do pôr-do-sol:
8eu os conduzirei,
e eles habitarão no meio de Jerusalém;
serão meu povo
e eu serei seu Deus,
em verdade e com justiça.
Palavra do Senhor.

Salmo - ANO IMPAR - Sl 101, 16-18. 19-21. 29.22-23 (R. 17)

R. O Senhor edificou Jerusalém,
e apareceu na sua glória!
16As nações respeitarão o vosso nome, *
e os reis de toda a terra, a vossa glória;
17quando o Senhor reconstruir Jerusalém *
e aparecer com gloriosa majestade,
18ele ouvirá a oração dos oprimidos *
e não desprezará a sua prece.
R.

19Para as futuras gerações se escreva isto, *
e um povo novo a ser criado louve a Deus.
20Ele inclinou-se de seu templo nas alturas, *
e o Senhor olhou a terra do alto céu,
21para os gemidos dos cativos escutar *
e da morte libertar os condenados.
R.

29Assim também a geração dos vossos servos +
terá casa e viverá em segurança, *
e ante vós se firmará sua descendência.
22Para que cantem o seu nome em Sião *
e louve ao Senhor Jerusalém,
23quando os povos e as nações se reunirem *
e todos os impérios o servirem.
R.

Evangelho - ANO IMPAR - Lc 9,46-50

Aquele que entre todos vós for o menor, esse é o maior.
+ Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo segundo São Lucas 9,46-50
Naquele tempo:
46Houve entre os discípulos uma discussão,
para saber qual deles seria o maior.
47Jesus sabia o que estavam pensando.
Pegou então uma criança, colocou-a junto de si
48e disse-lhes:
'Quem receber esta criança em meu nome,
estará recebendo a mim.
E quem me receber,
estará recebendo aquele que me enviou.
Pois aquele que entre todos vós for o menor,
esse é o maior.'
49João disse a Jesus:
'Mestre, vimos um homem que expulsa demônios em teu nome.
Mas nós o proibimos, porque não anda conosco.'
50Jesus disse-lhe:
'Não o proibais, pois quem não está contra vós,
está a vosso favor.'
Palavra da Salvação.

SÃO JERÔNIMO, PRESB. E DOUTOR DA IGREJA - SANTORAL

1a Leitura - SANTORAL - 2Tm 3,14-17

Leitura da Segunda Carta de São Paulo a Timóteo 3,14-17
Caríssimo:
14Permanece firme naquilo que aprendeste
e aceitaste como verdade;
tu sabes de quem o aprendeste.
15Desde a infância conheces as Sagradas Escrituras:
elas têm o poder de te comunicar a sabedoria
que conduz à salvação pela fé em Cristo Jesus.
16Toda a Escritura é inspirada por Deus
e útil para ensinar, para argumentar,
para corrigir e para educar na justiça,
17a fim de que o homem de Deus seja perfeito
e qualificado para toda a boa obra.
Palavra do Senhor.

Salmo - SANTORAL - Sl 118(119),9.10.11.12.13.14 (R. 12b)

R. Ó Senhor, ensinai-me os vossos mandamentos!
9Como um jovem poderá ter vida pura? *
Observando, ó Senhor, vossa palavra.R.
10De todo o coração eu vos procuro, *
não deixeis que eu abandone a vossa lei!R.
11Conservei no coração vossas palavras, *
a fim de eu não peque contra vós.R.
12Ó Senhor, vós sois bendito para sempre; *
os vossos mandamentos ensinai-me!R.
13Com meus lábios, ó Senhor, eu enumero *
os decretos que ditou a vossa boca.R.
14Seguindo vossa lei me rejubilo *
muito mais do que em todas as riquezas.R.

Evangelho - SANTORAL - Mt 13,47-52

Coisas novas e velhas.
+ Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo segundo Mateus 13,47-52
Naquele tempo, disse Jesus à multidão:
47'O Reino dos Céus é ainda
como uma rede lançada ao mar
e que apanha peixes de todo tipo.
48Quando está cheia,
os pescadores puxam a rede para a praia,
sentam-se e recolhem os peixes bons em cestos
e jogam fora os que não prestam.
49Assim acontecerá no fim dos tempos:
os anjos virão para separar
os homens maus dos que são justos,
50e lançarão os maus na fornalha de fogo.
E aí, haverá choro e ranger de dentes.
51Compreendestes tudo isso?'
Eles responderam: 'Sim'.
52Então Jesus acrescentou:
'Assim, pois, todo mestre da Lei,
que se torna discípulo do Reino dos Céus,
é como um pai de família
que tira do seu tesouro coisas novas e velhas'.
Palavra da Salvação.