Nova Liturgia

6ª-FEIRA DA 29ª SEMANA - TEMPO COMUM

Quem me libertará deste corpo de morte?
Leitura da Carta de São Paulo aos Romanos 7, 18-25a
Irmãos:
Estou ciente que o bem não habita em mim, isto é, na minha carne. Pois eu tenho capacidade de querer o bem, mas não de realizá-lo.
Com efeito, não faço o bem que quero, mas faço o mal que não quero.
Ora, se faço aquilo que não quero, então já não sou eu que estou agindo, mas o pecado que habita em mim.
Portanto, descubro em mim esta lei: Quando quero fazer o bem, é o mal que se me apresenta.
Como homem interior ponho toda a minha satisfação na lei de Deus;
mas sinto em meus membros outra lei, que luta contra a lei da minha razão e me aprisiona na lei do pecado, essa lei que está em meus membros.
Infeliz que eu sou! Quem me libertará deste corpo de morte?
Graças sejam dadas a Deus, por Jesus Cristo, nosso Senhor.
Palavra do Senhor.
Ensinai-me a fazer vossa vontade!
Dai-me bom senso, retidão, sabedoria, / pois tenho fé nos vossos santos mandamentos!
R.
Porque sois bom e realizais somente o bem, / ensinai-me a fazer vossa vontade!
R.
Vosso amor seja um consolo para mim, / conforme a vosso servo prometestes.
R.
Venha a mim o vosso amor e viverei, / porque tenho em vossa lei o meu prazer!
R.
Eu jamais esquecerei vossos preceitos, / por meio deles conservais a minha vida.
R.
Vinde salvar-me, ó Senhor, eu vos pertenço! / Porque sempre procurei vossa vontade.
R.
Vós sabeis interpretar o aspecto da terra e do céu.
Como é que não sabeis interpretar o tempo presente?
+ Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo segundo São Lucas 12, 54-59
Naquele tempo:
Jesus dizia às multidões: 'Quando vedes uma nuvem vinda do ocidente, logo dizeis que vem chuva. E assim acontece.
Quando sentis soprar o vento do sul, logo dizeis que vai fazer calor. E assim acontece.
Hipócritas! Vós sabeis interpretar o aspecto da terra e do céu. Como é que não sabeis interpretar o tempo presente?
Por que não julgais por vós mesmos o que é justo?
Quando, pois, tu vais com o teu adversário apresentar-te diante do magistrado, procura resolver o caso com ele enquanto estais a caminho. Senão ele te levará ao juiz, o juiz te entregará ao guarda, e o guarda te jogará na cadeia.
Eu te digo: daí tu não sairás, enquanto não pagares o último centavo. '
Palavra da Salvação.