Catequese realiza mais uma etapa da iniciação à vida cristã

A formação dos pais e responsáveis seguiu em seu segundo momento com sucesso

10
Momento de Partilha

O processo de iniciação à vida cristã dos catequizandos inscritos em 2017 teve mais uma etapa com os encontros de formação dos pais e responsáveis, que aconteceram nos dias 25, 27 e 29 de abril, em Campinas e no Kobrasol.

Os catequistas receberam e formaram durante cerca de uma hora e meia um total de quase 300 famílias, que foram divididas em pequenos grupos, para facilitar a dinâmica do encontro.

Cada grupo recebeu o nome de uma Nossa Senhora (Nossa Senhora Aparecida, Nossa Senhora de Fátima, Nossa Senhora das Graças, Nossa Senhora de Guadalupe, Nossa Senhora Desatadora dos Nós, Nossa Senhora de Lourdes e Nossa Senhora do Carmo), afim de homenagear nossa Mãe Maria neste ano Mariano e também contando sempre com a forte interseção, providência, e presença carinhosa desta que é a maior de todas as catequistas.

O tema abordado neste segundo momento foi “Família, berço da Fé”. Através de reflexões e dinâmicas, os catequistas e as famílias puderam desenvolver juntos a grande temática que é a importância de a família estar presente junto aos filhos, no processo de construção da fé.

Utilizando muitos símbolos do cotidiano da vida familiar, como o avental, flores, pão e vinho, toalha de mesa, água e sementes, pode-se de maneira leve e alegre, perceber a riqueza dos sinais que alimentam e que motivam a vida em família e em comunidade. Sinais que ajudam na construção do amor, da união, da espiritualidade e da fé, tal qual é a nossa Igreja Católica, riquíssima em símbolos que nos ajudam a compreender melhor a ação de Deus em nossas vidas.

Durante o encontro também houve momento de ouvir e partilhar a Palavra de Deus. O texto do Evangelho de São João (Jo 15,1-5), mostra que Jesus é a Verdadeira Videira e que os ramos, que são as famílias, devem estar ligados a Jesus, alimentando-se de sua seiva e produzindo muitos frutos. O ramo que não está ligado à videira, seca e morre. Jesus lembra nesta passagem que sem Ele, nada podemos fazer!

As catequistas, que antes do encontro estavam sentindo-se desafiadas com o novo método, ficaram muito motivadas ao verem o entusiasmo vindo dos pais durante e logo após o encontro, com muitas mensagens de agradecimento e carinho através das redes sociais. Para a catequista Joyce Brasil, “a gratidão dos pais é o nosso melhor salário, já que nosso trabalho é voluntário e muitas vezes reconhecido unicamente por Jesus.”

A catequese segue animada e preparando-se junto a Nossa Senhora para o segundo encontro de formação dos pais que acontecerá no mês de maio.

Colaboração Wanessa Sales

 

Leia também:

Catequese promove Encontro de Acolhida

Catequese promove Semana de Formação Catequética na paróquia

 

 

Leia mais

Share