Rumo aos 50 anos: a busca pelo terreno para a Igreja do Kobrasol

Pe. Raul também trabalhou bastante em busca da doação do terreno para a construção da Igreja do Kobrasol, com muitas reuniões e vários contatos. Um dos locais sugeridos para a construção da Igreja do Kobrasol era ao lado da Cassol. O próprio Dom Afonso Nienhues, então arcebispo de Florianópolis, esteve em agosto de 1984 em uma sessão solene da Câmara de Vereadores de São José, com a finalidade exclusiva de resolver o assunto do terreno para a construção da capela do Kobrasol. Nesta sessão, os vereadores aprovaram, com muita divergência de opiniões, a doação do terreno, mas 15 dias depois, em nova reunião, os nossos parlamentares municipais voltaram atrás na decisão tomada. A luta pela busca de um terreno continuava. Durante o ano de 1985, era celebrada uma vez por semana, uma missa em frente ao antigo Hangar, onde hoje é a Igreja do Kobrasol.

Alguns movimentos importantes de nossa paróquia surgiram nesta época: no início de 1981 era fundado, com grande incentivo do Pe. Raul, o Apostolado da Oração. A implantação do Movimento de Irmãos em 1983, por outro lado, sofreu uma resistência inicial do pároco, que, contudo, teve depois em Pe. Raul um grande entusiasta e colaborador.

Em 1986, Pe. Raul começou a ter problemas de saúde e recebeu um vigário para ajudá-lo: Pe. Jair Manoel Duarte, recém-ordenado, cuja família morava no Balneário do Estreito. Durante sua permanência na paróquia, Pe. Jair fez muitas amizades e celebrava as missas com muita alegria, em especial, as missas de domingo de manhã, que era dedicada às crianças. Pe. Jair, que promoveu as primeiras reuniões de planejamento pastoral que culminaram com a elaboração do primeiro plano pastoral da paróquia. Deixou a paróquia em abril de 1987, sendo depois nomeado Pároco do Ribeirão da Ilha. Faleceu em 1998. Em agosto de 1987, Pe. Raul também deixou a paróquia, sendo transferido para a Paróquia do Saco dos Limões.

VOCÊ SABIA…

– que além das atuais festas de Santo Antônio e Bom Jesus/São Cristóvão, já tivemos festas de Nossa Senhora de Fátima e São Francisco, na matriz?

– que o Salão Paroquial foi utilizado pela Cruz Vermelha para angariar roupas e alimentos para os flagelados da enchente de 1983 que atingiu a região de Blumenau?

– que em 1984, dois ônibus com lideranças da paróquia, viajaram até Apucarana, no Paraná, para participar da Ordenação Sacerdotal do então diácono Wilson Depieri, que trabalhou aqui por 3 anos como seminarista?

No próximo mês vamos saber um pouco mais sobre o início da comunidade do Kobrasol e os trabalhos do padre Francisco Wloch. Marque na agenda: dia 11 de julho.

Colaboração de conteúdo: Paulo Elias de Souza.

 

 

 

 

 

Leia mais

Share