Menu fechado

História dos Párocos

MONSENHOR VENDELINO HOBOLD

Nasceu em São Ludgero, em 07/10/1917, sendo ordenado presbítero em 11/01/1942, em Florianópolis. Antes de ser pároco de Campinas, em 1970, trabalhou como coadjutor de Orléans e Pedras Grandes, vigário e posteriormente pároco do Santíssimo Sacramento, em Itajaí, vigário e posteriormente pároco de Nossa Senhora da Penha, na Penha. Tinha um estilo austero, típico daquela época. Após sair de Campinas por motivo de doença, em 1980, Monsenhor Vendelino foi morar em Armação da Penha e chegou a ser pároco de Nossa Senhora da Paz, em Piçarras. Faleceu em Brusque, em 31/08/2003.

RAUL DE SOUZA

Nasceu em Canelinha, em 05/05/1922, sendo ordenado presbítero em 04/12/1955, em Nova Trento. Seu lema de ordenação era “A Deus, a glória; aos homens, a salvação; a mim o trabalho”. Trabalhou como vigário paroquial de Nossa Senhora de Fátima, no Estreito, pároco de Canelinha, pároco do Divino Espírito Santo, em Camboriú, reitor do Pré-Seminário em Antônio Carlos e pároco de São Cristóvão, Cordeiros, em Itajaí, antes de ser nomeado, em 1980, como pároco de Campinas. Em 1987 foi transferido para a paróquia do Saco dos Limões, em Florianópolis. Foi capelão do Hospital de Azambuja, trabalhou na paróquia São Cristóvão (Dom Joaquim), em Brusque, até ser nomeado vigário paroquial de Campinas, em 1993, onde celebrou seu Jubileu Sacerdotal de Ouro, em 2005. Grande empreendedor, ele finalizou a construção da Igreja Matriz e construiu o Centro Comunitário, hoje batizado com seu nome. Também tinha grande amor ao confessionário. Após deixar Campinas, morou no Lar São Francisco, em Santo Amaro, onde faleceu em 02/08/2008. Seu velório aconteceu na Igreja Matriz de Campinas, sendo sepultado em Antônio Carlos.

FRANCISCO DE ASSIS WLOCH

Nasceu em Itajaí, em 18/11/1950, sendo ordenado presbítero em 12/12/1975. Antes de ser pároco de Campinas, entre 1987 e 1988, havia trabalhado na paróquia Nossa Senhora de Fátima, no Estreito e na paróquia São Joaquim, em Garopaba. Saiu de Campinas para ser Coordenador de Pastoral da Arquidiocese. Sua principal característica era a articulação junto às lideranças e a capacidade de organização.

VERTOLINO DA SILVEIRA

Nasceu em 05/01/1940, sendo ordenado presbítero em 03/12/1972. Foi pároco de Campinas entre 1988 e 1991, saindo por motivo de saúde. Criou os Conselhos Locais de Pastoral. Faleceu em 11/05/2006.

GERVÁSIO FUCK

Nasceu em São Pedro de Alcântara, em 08/05/1954 e foi ordenado sacerdote em 20/12/1980. Antes de ser nomeado pároco de Campinas, em 1991, trabalhou nas paróquias de Santa Teresinha e Santa Catarina (Dom Joaquim), em Brusque.  Em 1995 foi transferido para a paróquia do Sagrado Coração de Jesus, em Leoberto Leal.

SÉRGIO JOSÉ DE SOUZA

Nasceu em 23/09/1956, em Florianópolis, sendo ordenado presbítero, em 13/07/1985. Trabalhou nas paróquias de São Judas Tadeu e São João Batista, na Ponte do Imaruim e Santa Teresinha, em Brusque, antes de ser nomeado pároco de Campinas, em 1995. Foi transferido para a paróquia de Nossa Senhora de Lourdes (Fazenda), em Itajaí, em 2002. Deu grande impulso a Renovação Carismática Católica em nossa paróquia.

HÉLIO DA CUNHA

Nasceu em Antônio Carlos, em 05/10/1949, sendo ordenado presbítero em 11/07/1981. Antes de ser nomeado pároco de Campinas, em 2002, trabalhou nas paróquias de São José, em São José, Santíssimo Sacramento, em Itajaí, Nossa Senhora dos Navegantes, em Navegantes, São João Evangelista, em Biguaçu, e Nossa Senhora de Lourdes/Fazenda, em Itajaí. Conhecido pelo seu vigor pastoral, criou novos momentos celebrativos, como o Cerco de Jericó, as novenas de Nossa Senhora Desatadora dos Nós e do Divino Pai Eterno e o Trezenário de Santo Antônio. Reformou a Igreja Matriz e a Capela Nossa Senhora Desatadora dos Nós e os Salões Pe. Raul e Amantino, em Campinas e construiu a Capela de Adoração João Paulo II, no Kobrasol. Em 2016, ele foi transferido para ser capelão do Hospital Marieta Konder Bornhausen, em Itajaí

ALCIDES ALBONY AMARAL

Nasceu em Biguaçu, em 07/09/1968. Após sua ordenação sacerdotal em 13/06/1998, assumiu o ofício de Administrador Paroquial da Paróquia Divino Espírito Santo, em Camboriú, se tornando pároco no final deste ano e permanecendo até 2008, quando foi transferido para a Paróquia de São Francisco Xavier, no Monte Verde. Era Formador do Seminário Nossa Senhora de Lourdes e Vigário Paroquial da Paróquia Nossa Senhora de Azambuja, em Brusque, desde 2012, antes de ser transferido para Campinas. Tomou posse no dia 09/01/2016, em cerimônia celebrada por Dom Wilson. Cativou a comunidade com seu jeito humilde e calmo e com suas homilias, em que explicava com clareza para o povo a Palavra que havia sido proclamada. Aproveitava as reuniões para apresentar e explicar para as lideranças algum documento da Igreja, além de realizar vários encontros de formação para as lideranças. Em 2019, Pe. Alcides foi convidado por Dom Wilson para assumir a coordenação arquidiocesana de pastoral, vindo a deixar a paróquia em janeiro de 2020.

REVELINO SEIDLER

Nasceu em Major Gercino, em 25/05/1971, vindo a se ordenar presbítero em 02/06/2001. Foi formador no Seminário Propedêutico, em Brusque até 2001, quando foi nomeado Vigário Paroquial da Paróquia São João Evangelista, em Biguaçu. Em 2003 assumiu como pároco da Paróquia Senhor Bom Jesus dos Aflitos, em Porto Belo. Trabalhou como Coordenador Arquidiocesano de Pastoral de 2012 até final de 2019, quando foi nomeado pároco de nossa paróquia, em 01/02/2020.

[su_siblings]